Acusada de ‘fabricar dispensa de licitação’ em contrato de coleta do lixo, ex-prefeita de Fernandópolis ganha prazo para defesa

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo ampliou em dez dias o prazo para que a ex-prefeita de Fernandópolis, Ana Bim (PDT), apresente a sua defesa em processo administrativo que a investiga pela contratação emergencial da empresa Ecopav Construção e Pavimentação Ltda. A prorrogação para 8 de maio foi publicada no Diário Oficial do Estado. A ex-prefeita Ana Bim tem até a próxima sexta-feira para apresentar provas da legalidade da contratação sem licitação pública. O processo pode implicar na reprovação das contas do governo de Ana Bim, no exercício de 2007. O caso está sendo analisado pelo conselheiro Fulvio Julião Biazzi, com base em dados e documentos levantados pela unidade local do Tribunal de Contas. Para o órgão estadual, a assessoria da ex-prefeita de Fernandópolis “fabricou” a emergência apontada já que a licitação para a contratação da empresa foi aberta poucos dias antes do fim do contrato de prestação do serviço. Com um pedido de impugnação a prefeitura acabou “obrigada” a dispensar o processo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...