Fazenda com ‘lixão tóxico’ no Piauí é multada pelo IBAMA em R$ 1 milhão

O Ibama multou em R$ 1 milhão e embargou a fazenda Irmãos Peteck, no município de Baixa Grande do Ribeiro, 583 quilômetros ao sul de Teresina, na região dos Cerrados, no Piauí. A propriedade foi fechada por conta de um lixão a céu aberto com embalagens de produtos químicos que agridem o meio ambiente, em especial defensivos agrícolas. Milhares de embalagens estavam expostas no local. Funcionários do Ibama, que trabalham na investigação da fazenda desde dezembro do ano passado, fizeram registros do crime ambiental. As embalagens foram simplesmente jogadas a céu aberto, sem qualquer vedação. O lixão estava em área de reserva legal, próximo a cursos d’água, com área de 1,5 hectares, repleta de lixo químico restos de construção civil, e resíduos domésticos. A fazenda produzia soja, milho, algodão e outras culturas. No lixão, foram encontrados também animais mortos e carcaças de diferentes espécies, o que denotam os danos provocados ao meio ambiente com o despejo ilegal de lixo tóxico. A licença ambiental da Irmãos Peteck foi cassada e o relatório completo entregue ao Ministério Público Federal para as providências cabíveis. O valor de R$ 1 milhão foi definido em especial pela área de reserva leal e a presença de um riacho a 800 metros do local.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...