Famílias que ocupam antigo lixão em Foz do Iguaçu serão removidas

Depois de mais de 15 anos as 70 famílias que ocupam uma área degradada em cima do antigo lixão, no Arroio Dourado, vão ganhar residências dignas. O Município de Foz do Iguaçu obteve nesta semana junto ao Ministério das Cidades o montante de R$ 1,3 milhão para a construção das moradias. A construção das casas é a primeira etapa que obedecerá aos prazos previstos em lei. A área localizada no Arroio Dourado recebeu todo o lixo da cidade por aproximadamente 15 anos. Foi desativado em 1996 quando foi criado o aterro sanitário no Porto Belo. A partir de 1992, ao longo do período de utilização do antigo lixão, famílias começaram a instalar barracos nas proximidades e com a desativação, elas construíram casebres por sobre o aterramento. A ocupação representa risco tanto à saúde pública quanto à segurança das famílias. O projeto foi protocolado em 2007 no Ministério das Cidades. De acordo com representante da Prefeitura, o município de Foz de Iguaçu vem desenvolvendo um programa de retirada das famílias das áreas de risco. A prefeitura já entregou aproximadamente mil moradias para as famílias de baixa renda e outras 1.104 estão em construção.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply